Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Brasil

Publicada em 06/04/20 às 11:29h - 100 visualizações
Aplicativo para cadastro de trabalhadores informais será lançado na terça-feira 07/04

Rádio Ótima Web


 (Foto: Rádio Ótima Web)
Ministerio da Cidadania

O Governo Federal lança na próxima terça-feira (07.04) um aplicativo para os trabalhadores sem cadastro nos programas sociais inserirem seus dados e se candidatarem a receber o auxílio emergencial de R$ 600. O benefício foi disponibilizado para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia do Covid-19 (novo coronavírus).


O aplicativo servirá para o Ministério da Cidadania identificar os trabalhadores informais, os microempreendedores individuais (MEI) e os contribuintes individuais do INSS que se enquadram na lei e têm direito ao pagamento emergencial durante três meses.


O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, estimou em até 20 milhões de trabalhadores fora da base de dados governamental. “Nós todos nos damos conta da dimensão que esse auxílio tem para a vida das pessoas em um cenário no qual a economia foi travada. Somente no Cadastro Único, temos 75 milhões de pessoas. São 65 milhões de CPFs conhecidos, o que dá 28 milhões de famílias. Se pensarmos que fora desse universo temos entre 15 e 20 milhões de pessoas que não têm registro em nenhuma base de dados do governo, vemos o tamanho do esforço que estamos fazendo”, detalhou Lorenzoni.


O objetivo é que esse contingente “invisível” de trabalhadores fora do Cadastro Único seja identificado. A partir da identificação, os bancos públicos federais poderão realizar os pagamentos a quem tem o direito ao auxílio emergencial.


A data limite para inserção de dados no Cadastro Único foi o dia 20 de março. Agora, o sistema está suspenso para ajustes tecnológicos, pois a quantidade de acessos nos últimos dias se multiplicou, passando de sete mil para mais de 200 mil por dia. Quem se inscreveu já está garantido no sistema para receber o auxílio emergencial.


O Governo Federal está aplicando R$ 98,2 bilhões no auxílio emergencial. O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou a dimensão desse montante: “Em três meses, vamos gastar mais que toda a programação anual de despesas discricionárias dos ministérios, que é de R$ 95 bilhões”.


Com a publicação da Lei 13.982/2020 e a edição de Medida Provisória com a garantia dos recursos extraordinários de R$ 98,2 bilhões, na quinta-feira (02.04), falta o Governo Federal publicar um decreto para regulamentar o funcionamento do auxílio emergencial.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Redes Sociais


(81) 9 9735-8714

Peça sua Música

  • Roberto
    Cidade: Sao Paulo
    Música: Alien Love - Ultra Aliens
  • Nildinho
    Cidade: Casinhas
    Música: Tempo Perdido - Legião Urbana
  • niltonjunior
    Cidade: Recife
    Música: regis danese familia
  • joseildo
    Cidade: surubim
    Música: edson gomes maladrinha
  • Igor Torres
    Cidade: Casinhas lagoa de pedra
    Música: Papapa na theca dela
  • Fabricio Augusto
    Cidade: Itapeva
    Música: contra mao
Estatísticas
Visitas: 315651


Rádios Net
Instale grátis o RadiosNet e ouça nossa rádio  em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads
Rádios Online
radiosaovivo.net/
Rádio Ótima Web a Sua Melhor Opção
Copyright (c) 2020 - Rádio Ótima Web - Todos os direitos reservados